Posts

RIESGOS GLOBALES Y CAPACIDADES DE GOBERNANZA. CLAVES PARA LA IMPLEMENTACIÓN DE LA AGENDA 2030

Iberoamérica enfrenta el desafío de desarrollar estrategias efectivas que faciliten la implementación de la Agenda 2030 y la consecución de los objetivos de desarrollo sostenible (ODS) en el ámbito público.

Leia mais

O ENSINO INTEGRADO COMO MEDIDA POLÍTICA EM PROL DA JUSTIÇA SOCIAL

Com base em referencial sociocrítico, reflete-se sobre duas políticas educacionais destinadas à educação de jovens e adultos em Portugal e no Brasil que ilustram a possibilidade de o Estado assumir seu papel de garantir o direito à educação.

Leia mais

O ENSINO INTEGRADO COMO MEDIDA POLÍTICA EM PROL DA JUSTIÇA SOCIAL

Com base em referencial sociocrítico, reflete-se sobre duas políticas educacionais destinadas à educação de jovens e adultos em Portugal e no Brasil que ilustram a possibilidade de o Estado assumir seu papel de garantir o direito à educação.

Leia mais

PORTUGAL: OS FATORES DE SELEÇÃO DO DIRIGENTE PÚBLICO

Este artigo centra-se na problemática sobre como os atores políticos e administrativos se relacionam, concentrando-se na seleção de altos funcionários públicos como peças-chave no processo de implementação de políticas públicas. Em relação à metodologia adotada, foram realizadas uma revisão da literatura e uma análise documental, bem como a aplicação de um questionário on-line para altos funcionários que ocupavam cargos gerenciais entre 2004 e 2011. Leia mais

LA ARQUITECTURA INSTITUCIONAL Y EL CUMPLIMIENTO DE LA AGENDA 2030

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável requer uma arquitetura institucional que facilite sua governança e permita aos países ibero-americanos fortalecerem as capacidades necessárias para cumprir com eficácia os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Um bom desenho institucional é um requisito para a obtenção de confiança política e social, certeza e estabilidade democrática. Leia mais

EFEITOS MULTIPLICADORES DAS REDES DE COLABORAÇÃO EM PESQUISA

Em todas as áreas de conhecimento os produtos de pesquisa estão a ser notados nas publicações de pesquisadores que trabalham em redes de pesquisa. Os efeitos multiplicadores das redes são vistos como uma das benesses do trabalho colaborativo, pois que ampliam os créditos de avaliação individual. Leia mais

REFORMAR A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO NOVO MUNDO SAÍDO DA GUERRA. PROJETO NACIONAL OU DINÂMICA GLOBAL? (1950-1970)

No final da década de 1960, Portugal iniciou um processo de Reforma da Administração Pública que pretendia adequar as estruturas do Estado às novas lógicas do período e aos desafios por ele lançados. Entretanto, também internacionalmente, as administrações públicas lutavam para melhorar seus níveis de eficiência para responder às lógicas do desenvolvimento econômico e social. Leia mais

GOVERNAÇÃO PÚBLICA EM REDE: CONTRIBUTOS PARA SUA COMPREENSÃO E ANÁLISE

Este artigo pretende apresentar uma revisão crítica da literatura sobre a governação pública em rede, abordando as diferentes tipologias de redes, os seus benefícios e desafios, as principais abordagens teóricas e metodológicas do seu estudo e os fatores críticos para o seu sucesso, em particular nos contextos da governação pública em Portugal e no Brasil. Leia mais

LISBOA EM TRANSIÇÃO PROFUNDA E DESEQUILIBRADA. POLÍTICA URBANA NO SUL DA EUROPA E NA ERA DIGITAL

Lisboa encontra-se em transição. Ao sair de uma crise económica acompanhada por severas políticas de austeridade, encontra-se numa nova fase de dinamismo económico, mas sem conseguir inverter antigas e novas estruturas de desigualdade social e territorial. Leia mais

FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS: ESTUDO DE CASO DAS RODOVIAS EM PORTUGAL

As Parcerias Público-Privadas (PPP) são arranjos institucionais que envolvem atores públicos e privados numa relação contratual de longa duração. Assumindo-se como contratos incompletos, propendem para o aumento dos custos de transação e estão associadas aos problemas típicos das relações de principal-agente. Leia mais