DESENHO DE UMA POLÍTICA DE GOVERNO DIGITAL COM BASE NO PARADIGMA DE GOVERNO ABERTO

Este artigo tem a intenção de apresentar uma proposta de formulação de uma política de governo digital com base no governo aberto, entendendo-o como um paradigma próprio de gestão pública. Para tanto, esboça inicialmente a evolução conceitual desses dois termos, indicando como se articularam entre si historicamente. Leia mais

PESQUISA SOBRE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS NO BRASIL

Estudos com a abordagem de serviços ecossistêmicos (ES) desenvolvidos no Brasil com base no quadro da Avaliação de Ecossistemas do Milênio (MEA) variam desde a avaliação quantitativa e qualitativa até o desenvolvimento de instrumentos econômicos para pagamento por serviços ecossistêmicos (PES) ou compensação por sua manutenção, principalmente de serviços hidrológicos. Leia mais

METODOLOGIA ALTERNATIVA NA CONSTRUÇÃO DE INDICADORES DE EFICIÊNCIA PARA A AVALIAÇÃO DE ESCOLAS

Este estudo tem como objetivo apresentar a construção de um indicador educacional que derivou das variáveis que compõem o fluxo do alunado na escola, utilizando a Análise Envoltória de Dados (DEA). Leia mais

ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM MEDIADAS POR TECNOLOGIAS

O uso adequado das informações digitais requer habilidades que possibilitem regular o processamento cognitivo. Esta pesquisa objetivou construir uma escala que mensure as estratégias de aprendizagem utilizadas pelos professores e as que eles observam que os seus alunos adotam, seja com o uso de tecnologias da mídia clássica seja on-line, e buscar evidências de consistência interna para referida escala. Leia mais

REDE DE ATENÇÃO AO IDOSO: FATORES FACILITADORES E BARREIRAS PARA IMPLEMENTAÇÃO

Este artigo tem por objetivos identificar e discutir os fatores que favorecem e os que dificultam a implementação de uma Rede de Atenção ao Idoso em um município com 100% de cobertura pela Estratégia Saúde da Família. Leia mais

REGULAÇÃO EM SAÚDE NO SETOR PRIVADO: O CASO DA ANS NO BRASIL E DA ERS EM PORTUGAL

No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) vem se consolidando enquanto um subsistema público de saúde que convive com um sólido subsistema privado de saúde suplementar e complementar. O sistema de saúde português, de forma semelhante, caracteriza-se pela presença de três subsistemas assistenciais: o Serviço Nacional de Saúde, um setor de seguros privados e um setor privado em ascensão. Leia mais

SUSTENTABILIDADE E BIOPOLÍTICA

A discussão sobre a sustentabilidade ganhou visibilidade na segunda metade do século XX, quando foram realizadas diversas conferências internacionais. Assumindo uma configuração política, a relação entre homem e natureza conquistou a atenção de governos que, em alguma medida, vislumbraram os riscos que o desenvolvimento capitalista traz para o planeta. Leia mais

ALIANÇAS E DISPUTAS NA IMPLANTAÇÃO DE UM PLANO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Este artigo analisa de que maneira sujeitos sociais heterogêneos, que possuem divergências ou hostilidade entre si, se mobilizaram conjuntamente para a realização de um bloqueio de rodovia no Sudoeste do Pará. Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS INOVADORAS NO BRASIL

O artigo aborda o fenômeno internacionalização de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) inovadoras, no Brasil. O crescimento desse fenômeno, mundialmente, está relacionado a mudanças econômicas, científicas e tecnológicas que marcaram as últimas décadas do século XX, cuja dinâmica contribuiu para a emergência de um novo paradigma de desenvolvimento, em que a principal vantagem comparativa encontra-se no conhecimento e inovação, considerados o motor da economia. Leia mais

ACORDO COMERCIAL ENTRE MERCOSUL E UNIÃO EUROPEIA (UE)

O acordo comercial entre Mercosul e União Europeia (UE), anunciado na tarde da sexta-feira (28/06), não servirá de muita coisa se o Brasil e a região não conseguirem melhorar sua competitividade. A opinião é do diplomata Rubens Barbosa, ex-embaixador do Brasil em Londres e Washington, para quem o Itamaraty teve papel secundário na negociação do acordo. Leia mais