Dos pobres para os paupérrimos ou dos mais ricos para os mais pobres?

O presente artigo examinou o impacto dos atuais programas de transferência e impostos sobre renda e patrimônio para os diferentes estratos da distribuição de renda no Brasil e simulou o efeito sobre a desigualdade das propostas elaboradas pela equipe do governo e de outras propostas de renda mínima financiadas pelo aumento na tributação sobre as rendas mais altas do Brasil. Os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2017-2018 demonstram que, atualmente, as transferências monetárias do governo são as principais responsáveis pela redução das desigualdades via política fiscal. A tributação direta contribui para isso de maneira muito tímida, e há espaço para melhoras em seu poder redistributivo.

Leia o artigo de Laura Carvalho e outros em https://madeusp.com.br/publicacoes/artigos/dos-pobres-para-os-pauperrimos-ou-dos-mais-ricos-para-os-mais-pobres-o-impacto-sobre-a-desigualdade-de-diferentes-formas-de-expansao-das-transferencias-de-renda-no-brasil/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.