A CONTINUIDADE DOS (DES)CAMINHOS DA ECONOMIA BRASILEIRA EM 2022

Em fins de maio e início de junho de 2021, os analistas do Banco Central e os economistas do mercado financeiro fizeram prognósticos otimistas para o segundo semestre de 2021.

Em nota técnica publicada no início de junho, apresentamos uma visão discordante da euforia que emanava dos representantes do mercado. Analisando a trajetória dos dados reais da economia brasileira, identificamos a provável continuidade do quadro de viés recessivo então instalado. Agora, em dezembro de 2021, os dados publicados pelo IBGE ratificam o acerto de nossas apreensões. Os jornais noticiam que, medindo o Produto Interno Brasileiro – PIB cada trimestre sobre o trimestre anterior, a preços de mercado, o primeiro trimestre de 2021 apresentou alta de 1,3%, o segundo trimestre queda de menos 0,4% e o terceiro trimestre nova queda de 0,1%. A trajetória dos dados que suportam nossa análise se mantém na mesma direção indicativa de um quadro recessivo.

Leia a Nota Técnica da Associação Brasileira de Economistas pela Democracia – ABED em https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Economia-Politica/A-continuidade-dos-des-caminhos-da-economia-brasileira-em-2022/7/52372

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.