SOBRE DESIGUALDADES NO BRASIL: PASSADO, PRESENTE E FUTURO

O ensaio traz uma reflexão de amplo escopo, em termos metodológicos e históricos, sobre as desigualdades socioeconômicas no Brasil.

A intenção é explorar as implicações de transformações passadas e presentes no estado estrutural e secular de desigualdades prevalentes na sociedade, bem como os desafios e oportunidades potenciais que se apresentam para o país no futuro. A pandemia evidenciou a condição estrutural das desigualdades e mostrou que sua superação, além de ser necessidade incontornável, deve ser tratada como pilar central da estratégia de enfrentamento dos impactos socioeconômicos da crise do coronavírus. A conclusão é que em contextos de crise tão profunda como esta surgem oportunidades. O desafio está em reconhecer a necessidade da transição para um novo padrão de produção e consumo, orientado para a redução das desigualdades por meio da presença ativa do Estado, de forma a alcançar uma sociedade onde prevaleçam os interesses coletivos, caminhando na direção de uma economia ambientalmente sustentável.

Leia o artigo de Claudio Salvadori Dedecca e Cassiano José Bezerra Marques Trovão em https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/rbest/article/view/14825/9823

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.