TODOS OS ESTADOS SÃO IGUAIS, MAS ALGUNS SÃO MAIS IGUAIS QUE OS OUTROS

Nesse estudo, procuramos identificar o peso dos estados na ocupação dos cargos mais importantes do país durante todo o período republicano.

O nosso ponto principal é que os estados mais ricos, especialmente São Paulo, apesar de terem sido sub-representados no Senado Federal e na Câmara dos Deputados, predominaram na ocupação de outros cargos ainda mais importantes, tais como os de presidente da República, ministros da área econômica, presidentes do Banco Central e presidentes da Câmara dos Deputados. Dessa forma, pretendemos contribuir para uma melhor compreensão do arranjo federativo brasileiro, que tem sido analisado principalmente com a perspectiva da autonomia ou da dependência das subunidades territoriais em relação à União; pouco tem sido feito no sentido de compreender a contribuição de tais subunidades para a estruturação do poder central.

Leia o artigo de Pedro Neiva e Taeko Hiroi em https://www.scielo.br/j/rbcsoc/a/XjQDjb6txFzTj93PM46TY8c/abstract/?lang=pt

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.