NOTAS CRÍTICAS A “ESTADO, DESIGUALDADE E CRESCIMENTO NO BRASIL”

Em artigo recente, Arminio Fraga sustenta que o Estado brasileiro, além de oneroso e ineficiente, atua no sentido de aprofundar a desigualdade.

Diante disso, o economista propõe um conjunto de reformas visando à drástica redução da máquina pública. Nosso artigo procura, com base em argumentos teóricos e empíricos e em extensa literatura, refutar essa avaliação e apontar os riscos para as políticas econômicas e sociais trazidos pela agenda de reformas por ele sugerida.

Leia o artigo de Fernando Gaiger Silveira e Salvador Teixeira Werneck Vianna em https://www.scielo.br/pdf/nec/v39n2/1980-5403-nec-39-02-349.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.