EM MEIO À PANDEMIA, E ALÉM, OUVIREMOS FURTADO OU FRIEDMAN?

As primeiras impressões sobre o mundo pós-pandêmico parecem indicar a necessidade de trazer um novo e melhor projeto de país ao centro das discussões. Precisamos de um novo e mais vibrante pacto sociopolítico, ao tempo em que se deve retomar os estudos e o aprimoramento das técnicas relativas ao planejamento e à prospecção estratégica, tanto em nível organizacional, nos setores público e privado, como em nível das políticas públicas e do próprio desenvolvimento nacional delas derivado. Esses componentes de ação já se constituíam uma exigência antes da crise pandêmica, por decorrer da imensa heterogeneidade estrutural e crescente complexificação dos processos decisórios e das próprias sociedades contemporâneas, mas tornou-se ainda mais patente agora, diante da notória insuficiência e parcos resultados das ações estatais contra a crise em curso na maioria dos países.

Leia o artigo de J. Celso Cardoso Jr. e Cesar Locatelli em https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Em-meio-a-Pandemia-e-alem-ouviremos-Furtado-ou-Friedman-/4/48234

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *