O TELETRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO: INDUTOR DE AUMENTOS DE PRODUTIVIDADE E DA RACIONALIZAÇÃO DE CUSTOS

O objetivo deste artigo é avaliar a implementação do teletrabalho no âmbito do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com relação à redução de custos e ao aumento da produtividade. A literatura especializada apresenta benefícios para organizações e teletrabalhadores, relacionando-os à elevação da produtividade e à racionalização de custos, bem como à satisfação do teletrabalhador. Os dados analisados provêm de avaliações realizadas pelo Comitê Gestor do órgão no período de 01/09/2016 a 31/08/2017. Os resultados preliminares indicam que o teletrabalho contribui: na otimização de uso dos espaços físicos, possibilitando racionalização dos custos comuns da instituição, no aumento significativo da produtividade média dos servidores em teletrabalho. Logo, percebe-se que os resultados desta pesquisa corroboram os achados na literatura, sobretudo naquilo que se refere aos benefícios percebidos pela organização, visto que a adoção do teletrabalho evidenciou a elevação da produtividade e possibilidades reais de racionalização de custos no referido ministério.

Leia o artigo de José de Albuquerque Nogueira Filho e outros em https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/3173/2638

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *