MERCADO DE TRABALHO NO CONTEXTO DA PANDEMIA: A SITUAÇÃO DO BRASIL

Os dados do mercado de trabalho de 2020, até o mês de abril, mostram uma queda expressiva em todas as direções, no contexto da pandemia de COVID-19. O Produto Interno Bruto caiu 1,5% no primeiro trimestre do ano, em comparação com o trimestre anterior, refletindo a desaceleração da economia em curso e, principalmente, os efeitos da crise sanitária. A desaceleração da economia já era prevista segundo os dados do próprio Banco Central, o que afasta a hipótese de que os resultados são efeitos unicamente da crise mais recente. Em relação ao mercado de trabalho, embora os efeitos da crise sejam preliminares (março e abril) e as bases de dados apresentem limitações adicionais, já é possível ter uma noção do movimento mais geral, que será tratado neste texto. Em seguida, analisam-se os resultados parciais de algumas das principais medidas que o Governo adotou para enfrentar o aumento do desemprego (Auxílio Emergencial, MP 936 e MP 944).

Leia o artigo de Marilane Teixeira e Pietro Borsar em http://www.cesit.net.br/wp-content/uploads/2020/06/Marilane-e-Pietro-Mercado-de-trabalho-1o-quadrimestre-2020-vf2.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *