UM ENSAIO SOBRE A HISTÓRIA DA CIDADANIA NA AMÉRICA LATINA

Este ensaio apresenta um ponto de vista sobre a história da cidadania na América Latina. A cidadania é definida como uma série de representações das tensões entre universalidade e igualdade – derivadas da forma em que as prerrogativas e obrigações dos membros individuais das organizações políticas territoriais desenvolveram através da história- e um status material/simbólico cuja universalidade e igualdades relativas dependem de situações históricas concretas. Argumenta-se que o último século (entre as primeiras décadas do século 20 e do presente), apesar da natureza dramática e não-linear de muitos de seus processos, pode ser visto como uma série de movimentos regionais de amplitude em direção a pontos de equilíbrio que garantem uma inclusão cidadã mais ampla e profunda, na maioria dos aspectos políticos e sociais, graças a regimes políticos mais amplos, bem como a estados mais capazes de gerar efeitos materiais substanciais em seus territórios.

Leia o artigo de Luciano Enrique Andrenacci em http://www.scielo.br/pdf/cebape/v17nspe/1679-3951-cebape-17-spe-703.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *