INOVAÇÃO NOS SERVIÇOS PÚBLICOS: CONDIÇÕES DA IMPLEMENTAÇÃO DO GOVERNO ELETRÔNICO

Este artigo visa investigar as condições para a implementação do processo de modernização de uma economia através da inovação dos serviços públicos tendo como instrumento relevante o governo eletrônico, comparando empiricamente a situação de avanço de países de níveis diferenciados de desenvolvimento. Por meio de uma abordagem teórica, são examinadas primeiramente as possibilidades e a dinâmica de operacionalização da mudança nestes serviços, por parte da governança das economias. Em sequência são investigados os agentes indutores e facilitadores desta forma de inovação, que determinam os resultados advindos das mudanças nestes serviços. O texto enfoca em seguida as características e impactos da inovação através do governo eletrônico e investiga os indicadores-chaves e ampliados existentes para a avaliação deste paradigma de governança eletrônica. A partir desta base teórica, são avaliados índices elaborados pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo Banco Mundial (BM), que mensuram o avanço desta forma de inovação e possibilitam a comparação entre o Brasil e países mundiais de níveis diferenciados de desenvolvimento econômico, destacando também a comparação entre países da América Latina. A seção final investiga as condições de implementação do governo eletrônico no Brasil.

Leia o artigo de Anita Kon em http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/ppp/191010_ppp_52_artigo16.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *