ECONOMIA BRASILEIRA COMO SISTEMA COMPLEXO

O objetivo deste Texto para Discussão é dimensionar e ponderar os diversos componentes que interagem para a emergência da economia brasileira como um Sistema Complexo. A partir da metodologia do Sistema de Contas Nacionais, serão analisados tanto o valor agregado na produção quanto a apropriação e utilização privada e pública da renda e da riqueza (capital) pelas distintas castas brasileiras, ocupações com Éthos cultural e político. A produção pode ser medida como oferta ou criação de novos bens e serviços, como demanda ou consumo de produtos de uso pessoal e de meios de produção, e como renda enquanto geração de salários dos trabalhadores, lucros dos capitalistas e rendas dos proprietários. Para não reduzir a evolução da economia brasileira como Sistema Complexo apenas à emergência das interações desses componentes, mas também captar as rupturas, as reorientações e os retrocessos em relação à dependência de trajetória prévia, é dada uma dimensão multidisciplinar à análise. Interpreta-se a estratificação social da renda e riqueza na sociedade e o seu relacionamento com o jogo de alianças políticas, golpes e contragolpes entre as castas brasileiras.

Leia o artigo de Fernando Nogueira da Costa e outros em http://www.eco.unicamp.br/images/arquivos/artigos/3562/TD323.pdf

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *