QUE PAÍS É ESTE? DIMENSÕES DA DESIGUALDADE SOCIAL

O objetivo deste artigo é reunir dados em defesa da hipótese de a desigualdade imperante na sociedade brasileira se torna mais compreensível ao ser analisada como um sistema complexo configurado a partir de interações de múltiplos componentes. Todos esses componentes se misturam com concentração fundiária, desigualdade educacional, acesso a serviços públicos, entre outros fatores concentradores da renda. É necessário ampliar o foco da análise de fluxos de renda para o levantamento dos estoques de riqueza. Ainda sem dispor de informações sobre a riqueza imobiliária, este trabalho de investigação pode contribuir para dar conhecimento de dados sobre a riqueza financeira. Muitos pesquisadores da desigualdade social brasileira, não especialistas em Finanças, os desconhecem.

Leia o Texto para Discussão de Fernando Nogueira da Costa em https://www.eco.unicamp.br/images/arquivos/artigos/TD/TD370.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *