REGÍMENES DE REGULACIÓN DEL RIESGO: UNA APROXIMACIÓN CONCEPTUAL PARA OBSERVAR AMÉRICA LATINA

O artigo tem como objetivo expor a chamada Abordagem aos Regimes Regulatórios (ERR), desenvolvida com base na sociologia da regulação, fornecendo ferramentas conceituais que permitiriam uma análise profunda e inovadora dos problemas que a América Latina (AL) está enfrentando no campo da regulação social, especialmente na dimensão socioambiental. Para tanto, propõe-se um movimento epistêmico em dois momentos, com a intenção de abrir domínios de riscos pouco explorados pelas ciências sociais latino-americanas no caminho da sociologia ambiental. Ele defende o uso da noção de “sociedades concêntricas”, que fornece um componente distinto de risco para AL. As conclusões indicam que a ERR pode ser transformada em um modelo de trabalho sociológico frutífero para o estudo dos riscos, especificamente naqueles que extrapolam o controle das instituições, sendo projetados como capacidades reguladoras das organizações sociais para definir, gerenciar e controlar os riscos.

Leia o artigo de Felipe Sáez Ardura y Arturo Vallejos-Romero em http://old.clad.org/portal/publicaciones-del-clad/revista-clad-reforma-democracia/articulos/073-febrero-2019/Saez-Vallejos.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *