CÓMO VIAJAN LAS IDEAS? EL ROL DE LAS COMUNIDADES EPISTÉMICAS EN EL DISEÑO DE POLÍTICAS SOCIALES EN AMÉRICA LATINA

O artigo busca contribuir para a compreensão do processo de divulgação dos Programas de Transferência Condicional (PTC) na América Latina e o papel desempenhado por organizações e especialistas internacionais. Os PTCs foram cada vez mais implementados no mundo nas últimas décadas e, até 2010, 17 países da América Latina os adotaram. As evidências sugerem que essa concentração se deve a um processo de disseminação de políticas. Na década de 90, após sua implementação nos países pioneiros, Brasil e México, os programas chamaram a atenção de organizações internacionais como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento, que contribuíram para sua divulgação. Além disso, foi criado um ator-chave, uma comunidade epistêmica regional que aumentou a disponibilidade de informações sobre os programas e contribuiu para sua legitimidade, desempenhando um papel nos processos domésticos de formulação e adoção do PTC. O tema requer atenção para melhorar a compreensão da influência de ideias que podem produzir convergência de políticas, o papel dos atores envolvidos e a relação entre os níveis doméstico e internacional durante o processo de formulação de políticas.

Leia o artigo de Cecilia Osorio Gonnet em http://old.clad.org/portal/publicaciones-del-clad/revista-clad-reforma-democracia/articulos/068-junio-2017/Osorio.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *