IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE SAÚDE PÚBLICA E SEUS DESAFIOS NA ERA DIGITAL

Analisa-se a implementação da política pública de regulação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva, consi­derando-se a política formulada, as condições institucionais e as estratégias utilizadas pelo estado e municípios baianos. Realiza-se revisão bibliográfica à luz do neoinstitucionalismo da escola da escolha racional e estudo de natureza qualitativa com três grupos de burocratas de médio escalão. Os resultados evidenciam um gap entre a política formulada e a implementada, a influência dos burocratas na implementação da política pública e uso das tecnologias da informação e comunicação, utilização de semelhantes estratégias de regulação, sendo a estratégia clientelística, associada ao uso do WhatsApp, encontrada na regulação paralela de leitos, indicativo de que, mesmo sob a égide do estado gerencial, persistem as práticas clientelísticas e patrimonialistas.

Leia o artigo de Vera Lúcia Peixoto Santos Mendes e Fabio Campos Aguiar em http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/72849/70043

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *