A PARTICIPAÇÃO SOCIAL PÓS-CONSTITUIÇÃO DE 1988: O QUE SE TEM DISCUTIDO A RESPEITO?

O estudo teve como objetivo analisar o que se discutiu sobre a temática participação social a partir da Constituição Federal Brasileira de 1988, bem como apontar quem são os principais autores que têm se dedicado a estudar o tema, em quais instituições, em quais áreas a participação vem sendo discutida e qual o perfil metodológico adotado nas publicações. Para isso, refletiu-se sobre as diversas denominações dadas à participação e como se deu a trajetória da agenda de pesquisa nas últimas duas décadas. Como conclusão, verificou-se que os estudos sobre a participação social tiveram um aumento a partir do ano de 2003 e que há uma concentração das pesquisas na área da saúde. Observou-se, também, que os principais pesquisadores os quais discutem o tema fazem parte da Universidade Federal de Viçosa. Por fim, verificou-se que existe uma pluralidade temática que perpassa o tema, o que contribui para diferentes perfis metodológicos.

Leia o artigo de Cristina Caetano de Aguiar e Fábio Simão da Cunha em http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cgpc/article/view/64000/65782

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *