A COMPETITIVIDADE INTERNACIONAL: NOTAS PARA UMA ABORDAGEM NÃO ORTODOXA

O objetivo deste artigo é contribuir para a abordagem não ortodoxa da Competitividade Internacional (C. I.). A perspectiva teórica adotada é a neoschumpeteriana combinada com o enfoque das chamadas “capacidades dinâmicas”. Do ponto de vista metodológico, parece apropriado qualificar este trabalho como histórico-comparativo.

Leia o artigo de Enéas Gonçalves de Carvalho e Sebastião Neto Ribeiro Guedes em http://www.scielo.br/pdf/rep/v38n4/1809-4538-rep-38-04-731.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *