AVALIAÇÃO DO ACESSO ÀS UNIDADES DE ATENÇÃO PRIMÁRIA EM MUNICÍPIOS BRASILEIROS DE PEQUENO PORTE

Embora sejam reconhecidos os avanços da Atenção Primária à Saúde brasileira, estudos têm demonstrado a persistência de desafios para o seu fortalecimento, como a qualidade do acesso aos serviços de saúde. O objetivo deste artigo é descrever aspectos do acesso do usuário às unidades de Atenção Primária à Saúde de municípios brasileiros de pequeno porte. Realizou-se pesquisa avaliativa de corte transversal e abordagem quantitativa. Foram utilizados dados secundários da base nacional do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, totalizando 35.815 usuários. O estudo apontou diferenças regionais em aspectos geográficos e organizacionais que interferem no acesso às unidades, que podem ser repensados para tornar a atenção à saúde mais equitativa.

Leia o artigo de Bruna Ré Carvalho e outros em http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v26n4/1414-462X-cadsc-26-4-462.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *