O MITO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E O NEODESENVOLVIMENTISMO BRASILEIRO

O objetivo deste artigo é o de interpretar as mais conhecidas teorias do desenvolvimento econômico a partir da premissa de que se trata de narrativas míticas contemporâneas e, consequentemente, o neodesenvolvimentismo como uma mistura não necessariamente original dessas estórias. Faz-se uso da interpretação semiótica realizada por Roland Barthes acerca da estrutura e dos papéis sociais dos mitos para sugerir que as teorias do desenvolvimento funcionam muito mais como um arranjo ideológico do que como um campo científico.

Leia o artigo de Rômulo Carvalho Cristaldo e outros ne integra em http://www.scielo.br/pdf/rap/v52n3/pt_1982-3134-rap-52-03-527.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *