A INEFICIENCIA DA DESIGUALDADE

O documento da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe – CEPAL, das Nações Unidas, analisa os mecanismos pelos quais a desigualdade reduz a eficiência dinâmica das economias da América Latina e do Caribe. Ele analisa e mede os efeitos da desigualdade de acesso à saúde e educação sobre a produtividade e renda, bem como as consequências da desigualdade de oportunidades causadas por discriminação com base no sexo ou condição étnico-racial. Também examina como essas desigualdades se refletem no território, infraestrutura e dinâmicas urbanas, gerando custos, não só em termos de produtividade, mas também a ineficiência energética e degradação ambiental, comprometendo as oportunidades de desenvolvimento das gerações presentes e futuras. As restrições impostas a e a criatividade são ainda mais intensas, porque se internalizam na cultura de agentes, levando a uma cultura de privilégio em que muitos bens públicos e direitos não são impessoais e parcela importante da população não os acessa. Isso enfraquece a confiança nas interações sociais e nas instituições democráticas.

Leia o documento da CEPAL na integra em https://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/43442/6/S1800059_es.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *