O NOVO DESENVOLVIMENTISMO E O DESAFIO DE 2019: SUPERAR A ESTAGNAÇÃO ESTRUTURAL DA ECONOMIA BRASILEIRA

Este trabalho relaciona as semelhanças e aponta as diferenças entre o Desenvolvimentismo Clássico e o Novo Desenvolvimentismo e, ao final, discute os próximos passos necessários para a nova teoria perseverar no contexto atual brasileiro. Para isso, inova também ao diagnosticar, na primeira parte, uma espécie de “Desenvolvimentismo Acidental”, iniciado no fim do século XIX no Brasil, que semeou as bases para o Desenvolvimentismo Clássico. Efetivamente colocado em prática entre 1930 e 1980, o desenvolvimentismo foi depois “requentado” como base da fracassada política econômica do governo Dilma Rousseff.

Leia o artigo de João VIllaverde e José Márcio Rego em http://www.scielo.br/pdf/rep/v39n1/1809-4538-rep-39-01-108.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *