DESENVOLVIMENTO REGIONAL NO BRASIL CONTEMPORÂNEO

Este artigo insere-se no debate sobre a desconcentração da produção industrial brasileira. Argumenta que não houve, entre 1999 e 2010, uma mudança do padrão estrutural de distribuição regional da indústria. Novas áreas de produção industrial emergiram a partir de extrapolação das áreas tradicionais de localização industrial. As exceções foram espaços de produção da indústria extrativa e de mais baixa tecnologia em poucas áreas das regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste.

Leia o artigo de Alexandre Abdal em http://www.scielo.br/pdf/nec/v36n2/1980-5403-nec-36-02-107.pdf

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *