O DESEJO DE CONTINUIDADE DAS UPPS PARA ALÉM DAS OLIMPÍADAS

Neste trabalho utilizou-se a literatura de avaliação de projetos de policiamento comunitário e modelos de regressão logística para identificar quais variáveis explicam o desejo de continuidade das UPPs após as Olimpíadas. Neste sentido, apresenta-se a análise de um “survey” domiciliar e probabilístico realizado com 2 mil residentes. Na primeira rodada, aplicou-se o ‘survey’ em 10 favelas que receberam UPPs na fase inicial de implementação do programa e, na rodada seguinte, em outras 10 favelas quando o processo de “pacificação” já indicava sinais de crise. Os resul­tados indicam que jovens pretos e pardos apresentam elevado grau de rechaço a essa modalidade de policiamento e, por outro lado, que a capacidade da polícia em reconstruir a legitimidade de sua ação nas comunidades faz com que os indivíduos endossem a continuidade da UPP, desejando-a para além do projeto de cidade olímpica.

Leia o artigo de Ludmila Ribeiro e Márcio Grijó Vilarouca em http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/download/77392/74135

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *